Onde e como o ensino começa?

Com quantos anos uma criança deve entrar na escola? Essa é a pergunta que muitos pais fazem. Alguns matriculam seus filhos logo no comecinho da vida, enquanto outros postergam essa entrada. Em qual dos times você está?

O que pouca gente sabe é que a primeira escola das crianças não é nenhuma dessas instituições nas quais matriculamos nossos pequenos. A educação, na verdade começa, muito antes.

Você já ouviu falar por aí que a educação vem do berço? Essa é a mais pura verdade. De acordo com o livro Conselhos para Professores, Pais e Estudantes (pag. 107), o lar é a primeira escola das crianças.

Sendo assim, os pais sãos seus primeiros professores. É dentro de casa que começamos o processo de ensino e aprendizagem. Portando, os educadores devem estar atentos àquilo que está sendo ensinado. A pergunta que fica é: o que ensinar?

O livro Conselhos para Professores, Pais e Estudantes responde essa pergunta na página 107. A autora afirma que os pais devem proporcionar instrução física, mental e espiritual. Dessa forma, as crianças desenvolverão um caráter equilibrado e simétrico, com todas as habilidades e competências sendo estimuladas dentro de casa.

No entanto, os pais, em sua maioria, não fizeram nenhuma faculdade para aprender a lecionar. Por isso, ensinar e instruir os filhos costuma ser um desafio para boa parte dos educadores. Esse é o seu caso? Calma! Vamos te contar alguns segredos para cumprir essa importante missão.

  • Não exija perfeição de si mesmo ou do seu filho

Para começar, entenda que você não é perfeito. O começo, sobretudo, será uma soma de erros e acertos, seus e de seus filhos. O aperfeiçoamento vem com o tempo. É preciso paciência.

  • Continue a tentar, continue a tentar

O que importa é tentar e não desistir no meio do caminho. Lembre-se: seu filho precisa de sua persistência e seu esforço.

Trata-se de um trabalho feito dia após dia. Os resultados serão notados com o tempo e, cada vez mais, serão aperfeiçoados. O modo de aferir essa evolução consiste em observar o seu desenvolvimento como educador e o desenvolvimento de seu filho como pessoa.

  • Ore!

Claro que é muito mais fácil jogar tudo para o ar e deixar toda a responsabilidade da educação nas mãos das escola. Mas não é assim que as coisas funcionam. Para ter paciência e não desistir, você não pode deixar de orar.

O livro Conselhos para Pais, Professores e Estudantes oferece mais um conselho de ouro. Na página 107, a autora diz que a tarefa de ensinar requer oração! Anote: manter a comunicação com Deus é a melhor maneira de adquirir sabedoria e paciência para educar os filhos.

 

Vídeos dos Especialistas
Vídeos dos Especialistas
Vídeos dos Especialistas