Como ensinar meu filho a compartilhar?

Crianças

É normal que meu filho que está entrando na escola ache difícil compartilhar?

compartilharSim, é perfeitamente normal que seu filho ache complicado compartilhar. As crianças geralmente entendem o conceito de compartilhar por volta dos três anos de idade, mas vai demorar um pouco mais até que seu filho esteja preparado para isso, principalmente se ele é filho único e não teve muita convivência com outras crianças até então.

Embora seu filho esteja começando a desenvolver empatia e saiba que precisa revezar os brinquedos, ele não está maduro o suficiente para resistir a todos os impulsos. A maioria das crianças de três e quatro anos coloca as suas próprias necessidades em primeiro lugar e pode ficar chateada quando as necessidades dos outros atrapalham.

Seu filho pode não entender o suficiente para perceber que, mesmo que ele não tenha um brinquedo agora, será sua vez em breve. Portanto, não fique surpreso quando você vê-lo pegar um caminhão de um amigo ou se recusar a deixar sua irmã olhar para seu livro favorito.

Pode não parecer, porém, suas habilidades de compartilhamento estão amadurecendo. Parte disso é por causa do quanto ele adora receber elogios de você e de outros adultos confiáveis, como ele mostra desenhando para professores, fazendo presentes para você e compartilhando lanches com os amigos. Você pode usar essas tarefas que ele gosta de fazer para semear a generosidade e incentivar gentilmente seu filho a compartilhar.

 

Como posso ensinar meu filho a compartilhar?

Faça isso uma coisa divertida

Ensine seus filhos jogos cooperativos em que ele tem que trabalhar em conjunto com outras crianças, ao invés de jogos competitivos que se concentram em ganhar. Você poderia tentar fazer um quebra-cabeça juntos, revezando-se para adicionar peças, ou até brincadeiras que são mais divertidas quando amigos estão juntos, como amarelinha e pular corda.

Compartilhe projetos também: regue as plantas, varra o chão ou guardar as compras juntos.

 

Não castigue seu filho por não compartilhar

compartilharPode ser embaraçoso ver seu filho pegando um ursinho de seu amigo, ou fazendo uma birra porque sua vez com os caminhões terminou, mas se você disser a seu filho que ele é egoísta ou forçá-lo a entregar um bem mais valioso, ele pode entender que esse compartilhamento tem consequências negativas.

Quando as crianças se sentem envergonhadas, elas se tornam defensivas, o que pode dificultar muito mais o aprendizado de novas habilidades. Portanto, tente dar uma margem de manobra ao seu filho e reconheça que ele provavelmente não está sendo deliberadamente mau ou grosseiro se recusando a compartilhar.

Tenha em mente que é natural que seu filho queira manter alguns itens, pois ele desenvolve uma noção do que significa possuir algo. Tenha certeza de que, conforme ele amadurecer, ele aprenderá que compartilhar com os amigos é muito mais divertido do que brincar sozinho.

Pode haver alguns objetos, como um cobertor de pelúcia, que seu filho nunca desejará compartilhar. É bom manter um ou dois favoritos como objetos especiais apenas para ele, assim como você provavelmente tem algumas coisas preciosas que prefere não compartilhar.

 

Converse sobre isso

Quando seu filho briga com um amigo por causa de um brinquedo, tente intervir antes que as coisas fiquem complicadas. Se uma das crianças começar a ter uma birra completa, tente remover a criança da área até que as coisas se acalmem. Quando as duas crianças estiverem prontas para ouvir, discuta a situação com elas de maneira ponderada e compassiva.

Se o amigo do seu filho estiver escondendo alguma coisa, explique como ele está se sentindo, por exemplo: “João realmente gosta desse brinquedo, e ele não quer que ninguém brinque com isso agora. Você pode encontrar outra coisa para brincar?”.

Agora, também é uma boa ideia ajudar o seu filho a compartilhar, como “Essa brincadeira parece muito mais legal em galera, vamos brincar todos juntos?”. Assim, você motiva seu filho a compartilhar.

Ajude seu filho a colocar também seus próprios sentimentos em palavras. Talvez seja necessário dar-lhe o vocabulário, por exemplo, dizendo: “Parece que você se sente zangado” ou “você está um pouco desapontado”. Isso também tranquiliza seu filho que você entende como ele pode estar se sentindo.

 

Ensine seu filho a resolver problemas

Se o seu pequenino tem uma ligação muito grande em um caminhão de brinquedo que seu amiguinho quer, o conceito de compartilhar o caminhão pode nem ter ocorrido a ele. Incentive seu filho a se revezar com o caminhão. Definir um timer de cozinha para marcar a vez de cada criança pode ajudar.

Tranquilize-o dizendo que compartilhar não é o mesmo que doar, e ressalte que, se ele compartilhar seus brinquedos com os amigos, eles também irão os deles com o seu filho.

 

Respeite os bens do seu filho

compartilharSe o seu filho sentir que suas roupas, livros e brinquedos podem estar perdidos ou danificados, ele estará menos disposto a compartilhá-los. Portanto, peça permissão antes de deixar a irmã pedir emprestado seus lápis de color e dê a ele a opção de dizer não.

Certifique-se de que seu filho respeite as coisas dos outros também, encorajando-os a perguntar se podem usá-los e certificando-se de que cuidem deles quando o fizerem.

Antes de uma brincadeira, pergunte ao seu filho se há algo que ele preferiria não compartilhar e ajude-o a encontrar um lugar seguro para colocar seus brinquedos especiais. Em seguida, peça-lhe para pensar em algumas coisas que seriam divertidas para ele e seu amiguinho usarem para brincar juntos. Peça para o amigo trazer alguns brinquedos também, para que seu filho não seja o único a compartilhar.

 

Dê um bom exemplo

A melhor maneira de seus filhos de três ou quatro anos aprenderem generosidade é testemunhar isso. Então, compartilhe seu sorvete com ele, ofereça o seu cachecol para fazer a capa de um super-herói e pergunte se você pode experimentar seu novo chapéu.

Use a palavra “compartilhar” para descrever o que você está fazendo e deixe que seu filho saiba que você pode compartilhar uma história, um sentimento ou uma ideia, bem como compartilhar coisas materiais. Mais importante, deixe-o ver você dar e receber, comprometer e compartilhar com os outros.

Atividades para Crianças
Atividades para Crianças
Atividades para Crianças