Atividade física para crianças: como fazer?

Bebês

atividade físicaNão é uma novidade que as crianças precisam se exercitar. Na verdade, todos nós estamos provavelmente muito conscientes do fato de que o aumento da atividade física ajuda a criança a construir um corpo saudável ​​e prevenir doenças crônicas. E também sabemos que ajudar nossos filhos a amar o movimento os transformam em adolescentes e adultos mais fortes e saudáveis.

Mas, o que não entendemos muito bem é o “como” e “por quê”.

Para ajudar a responder a essas perguntas, listamos os benefícios físicos e psicológicos específicos que podem resultar do exercício regular do seu filho.

 

Como o exercício ajuda o desenvolvimento físico das crianças?

Desenvolve a força muscular: A força muscular ajuda a reduzir o risco de lesões nas crianças. Levantar as coisas, incluindo o próprio peso corporal, as mantém saudáveis ​​e flexíveis, para que elas se sintam bem e funcionem de maneira ideal.

atividade físicaMelhora a Capacidade Cardiovascular: Movimentar-se vigorosamente cultiva um coração e pulmões saudáveis ​​e ajuda a prevenir a hipertensão (pressão arterial anormalmente alta), que pode se desenvolver durante a infância. A atividade física regular também pode reduzir substancialmente a pressão arterial e prevenir doenças cardíacas.

Mantém os ossos fortes: O momento crucial para construir ossos começa antes da adolescência e dura até meados dos 20 anos, quando os ossos crescem até a espessura máxima. Você pode ajudar seus filhos a prevenir o aparecimento da osteoporose, estimulando-os a realizar atividades de levantamento de peso, como pular corda, correr, girar e equilibrar.

Diminui a gordura corporal: a atividade aeróbica e o treinamento de força ajudam as crianças a gastar energia (calorias), o que as ajuda no controle do peso e na distribuição positiva da gordura corporal.

Mantém um peso estável e saudável: Movimento e uma dieta saudável, combinados com a redução de comportamentos sedentários, como assistir TV e jogar jogos de computador, ajudam a prevenir a obesidade que pode ajudar a prevenir o surgimento do Diabetes Tipo 2.

 

Como o exercício ajuda o bem-estar psicológico das crianças?

Melhora a autoestima: À medida que as crianças se exercitam, sua força aumenta e, consequentemente, sua autoestima também. Eles ganham confiança e se tornam mais confortáveis ​​com seu próprio corpo.

atividade físicaReduz os sintomas de depressão e ansiedade: A atividade física pode alterar a química do cérebro e melhorar o estado de espírito. Por exemplo, o exercício mostrou aumentar os níveis de serotonina, o que pode contribuir para reduzir os sentimentos de depressão.

Aumenta a concentração e prontidão: O exercício libera endorfinas, que são os químicos que fazem as pessoas a se sentirem bem e atuam no cérebro como tranquilizantes naturais. Estudos mostraram que o movimento rico em endorfina melhora o foco mental e as habilidades cognitivas.

Aumenta os níveis de energia: o movimento estimula a atenção e os níveis de energia devido à melhoria da circulação e do fluxo sanguíneo. Isso ajuda seu corpo a fornecer mais oxigênio e nutrientes essenciais para os tecidos, o que, por sua vez, permite que você faça mais – e sinta-se melhor – ao longo do dia.

Controle de Mood Swings: Exercício pode ajudar a acalmar as crianças e estabilizar suas mudanças de humor.

Promove Sentimentos de Felicidade: Diversão, atividades físicas e estimulação mental com a família e amigos em um ambiente de apoio dão às crianças a sensação de que elas conquistaram algo novo e desafiador. Eles se sentem melhor e mais felizes.

 

O problema do sedentarismo

atividade físicaEstar acima do peso ou obeso na infância tornou-se um problema sério. Muitas coisas contribuem para essa epidemia, mas a grande parte é que as crianças estão se tornando mais sedentárias. Em outras palavras, eles estão sentados muito mais do que costumavam.

Crianças e adolescentes passam horas diante de uma tela (TVs, smartphones, tablets e outros dispositivos) olhando para uma variedade de mídias (programas de TV, vídeos, filmes, jogos) todos os dias. Muito tempo na tela e atividade física insuficiente contribuem para o problema da obesidade infantil.

Uma das melhores maneiras de fazer com que as crianças sejam mais ativas é limitar a quantidade de tempo gasto em atividades sedentárias, especialmente assistindo TV ou outras telas.

A Academia Americana de Pediatria (AAP) recomenda aos pais:

  1. Coloque limites no tempo gasto usando mídia, que inclui TV, mídia social e videogames. A mídia não deve atrapalhar o tempo de sono e atividade física.
  2. Limite o tempo de tela para 1 hora por dia ou menos para crianças de 2 a 5 anos de idade.
  3. Desencoraje qualquer tempo de tela, para crianças menores de 18 meses.
  4. Escolha uma programação de alta qualidade e ajude seus filhos a entender o que estão vendo.
  5. Mantenha televisões, computadores e jogos de vídeo fora dos quartos das crianças e desligue os dispositivos durante as refeições.

Atividades físicas por pelo menos 60 minutos por dia

Crianças com idades de 6 anos ou acima devem ter pelo menos uma hora de atividade física todos os dias. Se isso parece muito, lembre-se de que eles não precisam fazer tudo de uma vez.

É uma boa ideia incentivar as crianças a se movimentarem por alguns minutos a cada hora. Eles têm períodos de atenção mais curtos e tendem a ser ativos períodos menores.

Inclua 3 tipos de exercício

Assim como os adultos, as crianças precisam de diferentes tipos de exercícios para manter a saúde ​​e evitarem se machucar:

Atividade aeróbica, A maior parte do tempo de exercício das crianças deve ser desse tipo. Algumas maneiras de fazê-lo são caminhar para a escola, fazer caminhadas ou andar de skate, bicicleta ou afins. Pelo menos 3 dias por semana, as crianças devem fazer atividades aeróbicas vigorosas, o que significa que elas respiram mais intensamente do que o normal. Eles podem correr, nadar ou dançar em ritmo acelerado.

Fortalecimento muscular. Três dias por semana, as crianças devem trabalhar seus músculos. Em qualquer idade, eles podem fazer atividades que usam seu peso corporal como resistência – como ginástica, flexões, cabo de guerra ou escalada de pedras e árvores. Com o treinamento certo e acompanhamento profissional, adolescentes podem trabalhar seus músculos com pesos.

Exercícios com pesos, como pular, pular e correr, pelo menos 3 dias por semana os ajudarão a construir ossos fortes.

Tudo isso soa muito? Não se preocupe: muitos tipos de exercícios se enquadram em mais de uma das categorias. Por isso, não é difícil encaixá-los na semana do seu filho.

 

E você, papai, mamãe e responsável, também quer saber quais são os benefícios para os adultos? Clique aqui.